Nepal - Campo Base do Everest

Nepal - Campo Base do Everest

New!
28
Nov
- Montanhismo
- Trekking
- Internacional

De 28 de Novembro a 12 de Dezembro convidamo-lo a acompanhar-nos numa das mais icónicas e fantasticas expedições no nosso planeta - um Trekking ao Base Camp da mais alta montanha no mundo, o Everest (8.848m). Em pleno Parque Nacional de Sagarmatha, uma imensidão de grandes glaciares, florestas alpinas e majestosos vales e montanhas, esperam por si. Refazemos os paços de alguns dos mais proiminentes exploradores e montanhistas em todo o mundo como Hillary e Tenzing, rodeados das mais altas montanhas na Terra. O Glaciar Khumbo, o Vale Gokyo, a movimentada Namche Bazaar e os relaxantes canticos dos Monges Budistas são algumas das incriveis experiencias que esta expedição lhe vai proporcionar.


Localização

Ponto de encontro: Aeroporto Internacio nal de Kathmandu

Abrir mapa
Dia 1

Viagem para Kathmandu

Chegada ao Aeroporto Internacional de Kathmandu. Faremos o transfere do aeroporto para o Hotel. Este será o seu dia livre em Kathmandu
Dia 2

Conhecer Kathmandu

Percurso

O nosso Guia estará à nossa espera ás 9h da manha, e ainda no hotel faremos um breefing sobre o nosso dia em Kathmandu. Primeiro vamos ao templo de Pashupatinath que é o maior complexo religioso Hindu do Nepal, dedicado ao Deus Shiva e importante não só do ponto de vista artístico e espiritual, mas o histórico. Posteriormente, visitaremos Boudhanath Stupa que é reivindicada como ser um dos maiores Stupas do mundo e o mais importante local de peregrinação para os seguidores do budismo tibetano Vajrayana. Depois do almoço, vamos conhecer a praça Kathmandu Durbar que albergou o palácio real de Kathmandu até meados do século XIX. O lugar é flanqueado com monumentos artísticos e majestosos que descrevem interessantes lendas esotéricas e também fatos históricos fascinantes. Finalmente, você visitaremos a Stupa de Swayambhunath situado em um ponto alto da cidade e que nos permite uma boa vista sobre a mesma.

Informações Adicionais

Bed and Breakfast
Dificuldade
0
Sem Dificuldade
Guia de montanha credenciado
Guia:
Guia de montanha credenciado
Dia 3

Voo para Lukla (2.800m) e Trekking até Phakding (2.650m)

Percurso

Bem cedo saímos de Katmandu e voamos para Lukla. Depois de 30 minutos de voo panorâmico, chegamos em Lukla. Aqui tomamos o primeiro café da manhã já em plena montanha. depois de recolhermos a nossa bagagem e de nos prepararmos começamos o nosso trekking até a Aldeia de Phakding. Aqui faremos o nosso almoço e conheceremos a a aldeia.

Informações Adicionais

Alojamento
3 Refeições
Desnível:
-150m
Dificuldade
1
Fácil
Duração
4h
Distância
9Km
Desnível
150m
Guia de montanha credenciado
Guia:
Guia de montanha credenciado
Dia 4

Phakding - Namche Bazaar (3,440m)

Percurso

Bem cedo e depois de um bom Pequeno Almoço continuaremos o nosso trekking junto ao rio Dudhkoshi. Cruzaremos este rio por duas vezes para chegar à Aldeia de Monjo por uma pequena ponte de suspensão que também é o portão de entrada do Parque Nacional de Sagarmatha. Este trilho leva-nos pouco depois às portas da Aldeia de Jorsalle, a última aldeia antes Namche Bazaar. Daqui continuaremos a caminhar junto ao rio Dudhkoshi, atravessando mais duas pontes suspensas que nos levarão, subindo gradualmente, por 2 horas, até à aldeia de Namche Bazaar, conhecida como a capital da região de Khumbu.

Informações Adicionais

Alojamento
3 Refeições
Desnível:
-50m
+840m
Dificuldade
4
Difícil
Duração
6h
Distância
12Km
Desnível
840m
Guia de montanha credenciado
Guia:
Guia de montanha credenciado
Dia 5

Dia de aclimatação em Namche Bazaar

Hoje é nosso dia de descanso para a aclimatação. Após o pequeno almoço, fazemos uma curta excursão ao redor de Namche Bazaar, visitando o quartel general do Parque Nacional de Sagarmatha e onde teremos oportunidade de termos contacto visual com os vários picos brancas que nos rodeiam, incluindo o Everest. O objectivo é aclimatar, descansar e prepararmo-nos para o dia seguinte.
Dia 6

Namche Bazaar - Tyangboche (3,867m)

Percurso

Bem cedo começamos nossa caminhada até Tyangboche. Teremos um dia fantástico com vistas fabulosas sobre o Everest, Nuptse, Lhotse, Ama Dablam, Thamserku e o Kwangde Peak. Depois de cruzarmos mais uma vez o rio Dudhkoshi, teremos uma forte subida, de cerca de 45 minutos que nos fará chegar à aldeia de Tyangboche. Este esforço final, e já à chegada a Tyangboche, vai permitir-nos contemplar o incrível Monte Amadablan e alguns mosteiros Budistas.

Informações Adicionais

Alojamento
3 Refeições
Desnível:
-300m
+750m
Dificuldade
4
Difícil
Duração
6h
Distância
10Km
Desnível
750m
Guia de montanha credenciado
Guia:
Guia de montanha credenciado
Dia 7

Tyangboche - Dingboche (4,358m)

Percurso

Começamos o nosso dia com uma caminhada, descendo até a Aldeia de Diboche, percorrendo uma floresta de Rododendros e cruzando mais uma ponte suspensa. este percurso leva-nos a uma das mais bonitas Aldeias da região, Pangboche. Continuaremos a caminhar até Dingboche e veremos que o Monte Mt. Amadablam se aproxima cada vez mais de nós. Depois de cerca de 5 horas de caminhada, finalmente chegamos a Dingboche que também é a porta de entrada para Chukung Village e o Islang Peak.

Informações Adicionais

Alojamento
3 Refeições
Desnível:
-100m
+600m
Dificuldade
4
Difícil
Duração
6h
Distância
12Km
Desnível
600m
Guia de montanha credenciado
Guia:
Guia de montanha credenciado
Dia 8

Dia de aclimatação em Dingboche

Hoje é mais um dia de descanso para uma correcta aclimatação. Poderemos optar por ter um dia inteiro de descanso ou fazer uma excursão em redor da aldeia ou até mesmo fazer uma caminhada de um dia até a Vila Chhukung. A vista é incrível sobre as montanhas como Thamserku, Khangtega, Taboche, Cholache, bem como o Monte Amadablam, todas elas bem em frente aos seus olhos.
Dia 9

Dingboche - Lobuche (4,928m)

Percurso

Começamos nossa caminhada bem cedo e a subir gradualmente até Thukla. O dia será mais suave e a caminhada será bem agradável, passando pelo icónico spot onde se situa o Memorial do Alpinista e finalmente chegamos a Aldeia de Lobuche onde dormiremos.

Informações Adicionais

Alojamento
3 Refeições
Desnível:
-50m
+600m
Dificuldade
4
Difícil
Duração
5h
Distância
12Km
Desnível
600m
Guia de montanha credenciado
Guia:
Guia de montanha credenciado
Dia 10

Trekking a Gorakshep (5,160m) e Everest Base Camp (5,320m)

Percurso

Depois de tomar o pequeno almoço bem cedo, teremos o grande dia da nossa viagem. De Lobuche partimos rumo à Aldeia de Gorakshep por um trilho bem rochoso e ventoso por cerca de 3 horas, até chegarmos ao nosso primeiro destino. assim que chegarmos, fazemos o check-in no Lodge & Lunch, continuamos nossa aventura em direção ao Acampamento Base do Everest e à Cascata de Gelo de Khumbu. Durante a temporada de primavera, todos expedições e seus alpinistas reúnem-se no Acampamento Base do Everest com tendas coloridas e onde poderemos perceber como se vive no Base Camp mais famoso do mundo. Depois de explorar o Base Camp e o glaciar no seu entorno, regressaremos a Gorakshep. Com vista maravilhosa do Monte Pumori, Monte Nuptse e outros magníficos picos, completamos nossa aventura por hoje.

Informações Adicionais

Alojamento
3 Refeições
Desnível:
-200m
+400m
Dificuldade
4
Difícil
Duração
9h
Distância
15Km
Desnível
400m
Guia de montanha credenciado
Guia:
Guia de montanha credenciado
Dia 11

Caminhada ao Kala Pathar (5,550m) & Trekking até Pheriche

Percurso

Hoje acordaremos ainda de noite e faremos uma caminhada até KalaPathar onde seremos brindados com o melhor nascer do sol do Monte Everest. Depois de subir por algumas horas, chegamos topo do Kala Pathar. Daqui teremos a melhor vista do Monte Everest, Nuptse, Pumori e Ama Dablam, juntamente com toda a sobre Cordilheira Himalaia de Khumbu. Ficaremos algum tempo em contemplação e tirar algumas fotos antes de regressarmos a Gorakshep. Tomaremos o nosso pequeno almoço e partiremos rumo a Periche onde passaremos a noite.

Informações Adicionais

Alojamento
3 Refeições
Desnível:
-1800m
+500m
Dificuldade
4
Difícil
Duração
7h
Distância
13Km
Desnível
1800m
Guia de montanha credenciado
Guia:
Guia de montanha credenciado
Dia 12

Pheriche - Namche Bazaar (3440m),

Percurso

Hoje será sempre a descer. teremos uma caminhada fácil e mais rápida. Ainda com todas as incríveis imagens dos dias anteriores, bens frescas nas nossa mentes, passaremos pelas Aldeias de Pangboche, Tyangboche, Kyangzuma até chegarmos novamente a Namche Bazaar onde passaremos mais uma noite.

Informações Adicionais

Alojamento
3 Refeições
Desnível:
-1000m
+100m
Dificuldade
4
Difícil
Duração
6h
Distância
14Km
Desnível
1000m
Guia de montanha credenciado
Guia:
Guia de montanha credenciado
Dia 13

Namche Bazaar to Lukla (2800m)

Percurso

Hoje será o nosso ultimo dia de caminhada que nos levará a Lukla. Começaremos o nosso dia bem cedo e faremos uma descida de cerca de 4h até Phakding. Daqui continuaremos a descer em direcção ao rio Dudhkoshi e até Lukla faremos as 3 travessias do mesmo. À noite, faremos o nosso último jantar na montanha e com toda a equipa que nos guiou.

Informações Adicionais

Alojamento
3 Refeições
Desnível:
-850m
+300m
Dificuldade
4
Difícil
Duração
8h
Distância
15Km
Desnível
850m
Guia de montanha credenciado
Guia:
Guia de montanha credenciado
Dia 14

Voo de regresso a Kathmandu

Hoje faremos o nosso voo de regresso a Kathmandu e transfere para o hotel. Depois 11 dias em alta montanha o nosso corpo pede descanso e é o que faremos até à hora do jantar no nosso hotel. Jantaremos juntos e dormiremos em Kathmandu.
Dia 15

Visita a Kathmandu

Hoje será o nosso ultimo dia em Kathmandu e no Nepal. Faremos um passeio turístico pelo património mundial da UNESCO; primeiro, visitamos o templo hindu Pashupatinath, que é um dos templos hindus mais antigos dedicados a Shiva e é para os hindus o que Meca é para os muçulmanos. Situado na margem do sagrado rio Bagmati, o templo foi construído no estilo Pagode com telhado dourado e portas de prata esculpidas. Pashupatinath é o centro da peregrinação anual no dia de Shivaratri, no mês de fevereiro/março. Poderemos ver a zona de cremação que fica na margem de Bagmati bem nas traseiras do templo. Visitaremos depois o lugar mais sagrado para os Budistas, Boudhanath Stupa - Um dos mais antigos e maiores monumentos budistas já construídos no Nepal; Boudhanath é uma das estruturas mais sagradas com uma altura de 37 metros com três plataformas de estilo Mandala. É cercado por edifícios coloridos que abrigam famílias criando um recinto bem agradável. A Stupa é visitada todos os anos por dezenas de milhares de peregrinos vindos de todo o mundo. À tarde visitamos a cidade de Patan, localizada a cerca de 5 km a sul de Katmandu. Patan é uma das 3 cidades reais do vale e destino para os conhecedores de belas artes. Patan está repleta de esculturas de madeira e pedra, estátuas de metal, arquitectura ornamentada, incluindo dezenas de templos budistas e hindus, e mais de 1200 monumentos. Hoje faremos o nosso ultimo jantar onde poderemos brindar a esta nossa grande aventura.
Dia 16

Voo de regresso a Lisboa

Informações Adicionais

O equipamento é fundamental para tornar a sua viagem mais confortável e segura. O seu equipamento é como um investimento que o vai ajudar, durante a sua viagem, e que lhe valerá em todas (ou quase todas) as situações.

Esta lista descreve todo o equipamento essencial para a sua viagem. Depois de fazer a sua reserva trataremos de afinar alguns pormenores, para que nada falte.

Mochila e Sacos de transporte:

  • Mochila de dia/ trekking de cerca de 30 Litros.
  • Saco maleável de 70 - 90 litros - para transporte do equipamento que não carrega na mochila de dia - este saco, carregado, não poderá exceder os 10kg

Para os seus Pés:

  • Botas de caminhada impermeaveis - levar um par de atacadores suplentes.
  • Sapatos desportivos, Crocks ou sandálias para uso no acampamento, refúgio ou hotel.
  • Meias de caminhada quentes

Nas Pernas:

  • Calças primeira camada - leggings/colants
  • Calças de trekking - confortaveis e que permitam um bom movimento de pernas
  • Calças impermeáveis.
  • Calções.
  • Polainas/Perneiras

Tronco:

  • Primeiras camadas térmicas
  • T-shirts transpiraveis - manga comprida e manga curta
  • Forro polar 100 e 200 ou casaco de penas fino e leve
  • Casaco impermeável e/ou corta-vento.

Para a Cabeça:

  • Chapéu de sol.
  • Gorro.
  • Gola
  • Óculos de Sol.

Nas Mãos:

  • Luvas de primeira camada e luvas externas quentes e impermeaveis
  • Bastões - são essenciais e são uma grande ajuda.

Outros:

  • Estojo de higiene pessoal - protector solar, protector para lábios, gel de banho, toalhetes humidos, lenços de papel e papel higiénico, pastilhas purificadoras de água, repelente de insectos
  • Tampões para ouvidos
  • Cadeado para trancar o saco.
  • Saco-cama para temperatura de conforto entre -5 a 0 graus.
  • Lençol de seda para usar dentro do saco-cama
  • 1 manta de sobrevivência
  • Toalha de banho de trekking
  • Gel de mãos anti-bacteriano.
  • Bolsa de documentos e dinheiro
  • Tape - fita adesiva resistente, para prender ou remendar
  • Cantil com capacidade para 1,5 L. ou dois de 0,75 L.
  • Lanterna frontal e pilhas alcalinas de substituição.
  • Canivete, tipo suíço.
  • Kit básico de primeiros-socorros - pensos, gases, ligaduras, adesivo, toalhetes desinfetantes, tesoura, etc...

Aqui pode encontrar algumas dicas e cuidados a ter com a sua saúde antes e durante as suas viagens.

Algumas das viagens Green Trekker, são efectuadas em locais e zonas do globo onde os cuidados de saúde não seguem, por norma, os padrões ocidentais ou sofrem com problemas de saúde específicos da zona, e que por isso mesmo necessitam, por parte de quem viaja, de uma prevenção feita antes da sua partida.

Deixamos aqui alguns contactos que podem ser úteis para preparar a sua viagem no que toca aos cuidados de saúde.

Zona do Porto
Centro de Saúde dos Guindais (consulta de viajante)

Consultas e vacinação, com marcação prévia.
Atendimento: 

  • Segunda e terça-feira - das 14 às 17h30
  • Quarta, quinta e sexta-feira - das 9 às 13 horas

Morada: Avenida Rodrigues de Freitas n.º 108
Tel.: 222 002 540

Zona Centro
Coimbra - Serviço de Sanidade Internacional

ACES Baixo Mondego I - Unidade de Saúde Pública
Rua Capitão Salgueiro Maia - Topo Norte Edifício Centro de Saúde Santa Clara - 3040-006 Coimbra
Telefone: 239 802 111
E-mail:

Zona Grande Lisboa
Clínica de Medicina Tropical e do Viajante

Morada: Av. Liberdade, 129 - 7ºD - Lisboa
Tel.: 213 225 622 Fax: 213 225 668

Hospital Curry Cabral
Rua da Beneficência, 8 1069-166 Lisboa
Telefone: 217 924 322
Consultas e vacinação, com marcação prévia, por telefone ou presencialmente.

  • Consulta: de segunda-feira a quinta-feira, das 14 às 16h30. Deve realizar-se 4 a 6 semanas antes da data prevista para a viagem.
  • Vacinação: de segunda-feira a quinta-feira, das 10 às 11h30.
  • Documentos necessários: Cartão do Utente, Bilhete de Identidade/Cartão do Cidadão e Boletim de Vacinação.

Instituto de Higiene e Medicina Tropical
Morada: R. Junqueira, 96 1349-008 Lisboa
Tel.: 213 652 600 Fax: 213 632 105
E-mail: Link: http://www.ihmt.unl.pt

Consulta do Viajante em Telemedicina
Apartado 1047 EC Paço de Arcos 2771-901 Paço de Arcos, Portugal
E-mail:
Site: http://www.consultadoviajante.com

Cartão Europeu de Seguro de Doença
Para viagens dentro da comunidade europeia aconselhamos que possua o este cartão.
Mais informação: http://www.portaldasaude.pt/portal/conteudos/informacoes+uteis/saude+em+viagem/cartaoeuropeudesegurodoenca.htm

Organização Mundial de Saúde
Neste site pode ficar a par das ultimas noticias respeitantes a doenças e epidemias emergentes em várias partes do mundo através dos relatórios. Pode ficar a saber também das vacinas necessárias ou de outro tipo de profilaxia necessária para viajar pelas mais diversas partes do mundo.
Link: Organização Mundial de Saúde

É DE FULCRAL IMPORTÂNCIA CONSULTAR O MÉDICO ANTES E DEPOIS DE VIAJAR

Mal da Altitude

O que é o Mal da Altitude?
Dores de cabeça, náuseas e vómitos aparecem porque o volume de oxigénio presente no ar que se respira começa a rarear. Desta forma, para manter os níveis exigidos ao organismo, o coração acelera o seu ritmo, bombeando o sangue com maior frequência a todas as partes do corpo, minimizando assim a falta de oxigénio. O ácido acetilsalissilico, presente na Aspirina e no Aspegic, por exemplo, ativa a circulação sanguínea facilitando o trabalho da hemoglobina, e fazendo desaparecer os sintomas do mal de altitude mais rapidamente. Teoricamente todos podemos sofrer do mal de altitude se subirmos acima de 2500 metros e sobretudo se essa subida for repentina. Na maioria dos casos os sintomas desaparecem passadas 24 ou 36 horas, no entanto, se os sintomas continuarem deverá avisar o guia que decidirá qual será o procedimento mais adequado. Nestas situações deverá repousar e descer para uma cota mais baixa, o mais rapidamente possível.

Como posso minorar as hipóteses de sofrer do Mal da Montanha?
A boa forma física é um factor preponderante para reduzir as hipóteses de sofrer do Mal da Montanha, ou seja, alguns meses antes da viagem deve praticar algum desporto que melhore a sua resistência aeróbica. Caminhar com frequência, subir e descer escadas (eliminar elevadores) serão boas formas de adquirir maior resistencia. A motivação psicológica, por vezes supera o esforço físico.

Se adoecer durante a viagem, o que é que me acontece?
Depende do local onde se encontra. Para a sua viagem deverá fazer um seguro de assistência em viagem que cubra controlo médico, despesas médicas, farmacêuticas e de hospitalização. Se estiver na montanha, estará sempre na companhia de um guia experiente que saberá ponderar a situação, ajudá-lo, e em caso de necessidade evacuá-lo o mais rapidamente possível.

Tenho que ter algum cuidado especial com a água que bebo nestas viagens? E com a comida?
Dependendo do destino, ter uma posição cautelosa perante os alimentos e a água é muito importante para que possamos evitar complicações, sobretudo quando se viaja para destinos tropicais, remotos e com reduzidas condições sanitárias. Assim, todos os alimentos que não estejam cozinhados ou que não se possam descascar, água (inclui o gelo) e leite não pasteurizado são potenciais veiculos e causadores de doença. Nunca devemos beber água da torneira e descasque sempre os frutos antes de os comer.

É de extrema importancia que todos os viajantes tenham em sua posse e actualizados os seguintes documentos:

  • Passaporte em vigor com uma validade mínima de 6 meses a contar da data de saída do país visitado.
  • O Visto tem um custo de 50€ (+ 5€ pelo formulário) e pode ser tratado no aeroporto de Kathmandu à chegada ou poderá também tratar de obter o seu visto, antes da viagem no Consulado do Nepal em Lisboa - Av. Miguel Bombarda, n. 133,6-E - 1050-264, Lisboa -  - Tel: +351 213 555 345 - Tel: +351 969 190 919
  • 1 fotografia formato passaporte, (sem muita diferença com a fotografia do passaporte)
  • 2 fotografias tipo passe para a permissão de trekking a entregar localmente - Não são válidas fotocópias a cor.
  • Todas as pessoas deveram ter actualizada toda a sua documentação pessoal, (bilhete de identidade, documentação militar, autorização para menores, vistos, certificado de vacinas e outros eventualmente exigidos).

A Green Trekker declina qualquer tipo de responsabilidade pela recusa de concessão de vistos ou a não permissão de entrada ao cliente num país estrangeiro, sendo ainda da conta do cliente todo e qualquer custo que tal situação acarretar.

Viagens na União Europeia:
Para viagens dentro da União Europeia deverão ser possuidores dos seguintes documentos - Passaporte, B.I ou Cartão do Cidadão Para assistência médica devem ser portadores do Cartão Europeu do Seguro de Doença
Os nacionais de países não comunitários devem consultar informação específica quanto à documentação necessária para realização de viagem junto das embaixadas/ consulados dos países de origem;

Viagens fora da União Europeia
Devem ser portadores do Passaporte, Visto se necessário e BI ou Cartão de Cidadão
Os nacionais de países não comunitários devem consultar informação específica quanto à documentação necessária para realização de viagem junto das embaixadas/ consulados dos países de origem;

As Grandes Viagens Green Trekker tem como objectivo, tal como o nome sugere, viajar para locais longínquos e remotos, que possuam estilos e condições de vida diferentes da que estamos habituados, pelo que poderá ser uma experiência invulgar, que não nos é familiar ou confortável. Para este tipo de viagens de aventura devemos estar sempre preparados para enfrentar situações novas e de alguma forma imprevisíveis. Em alguns momentos e até mesmo quando tudo está programado, as coisas podem não correr como esperado, pelo que quando isso acontece, a compreensão, a boa disposição e a paciência  e ponderação, serão sempre pontos a nosso favor e que nos ajudarão a ultrapassar as situações e a continuar a disfrutar da nossa viagem.


Reservas Fechadas!

Desde
1.685,00
O Preço Inclui:
Guia local a falar Inglês
Transferes durante o programa incluindo os voos para e de Lukla
Todas as refeições durante o Trekking - 3 refeições por dia
Todas as taxas e entradas em monumentos durante o nosso itinerário
Carregadores - 1 por cada 2 pessoas
Taxas e Licenças governamentais
O Preço Não Inclui:
Voos internacionais e respectivas taxas de ida e regresso de Kathmandu
Visto de entrada no Nepal (cerca 50€/pessoa)
Todos os extras pessoais - compras, refeições extras, lavandaria, comunicações,etc...
Seguros
Todos os custos que advenham de alterações ao programa por calamidades naturais, distúrbios políticos ou greves.
Aluguer de cavalos ou Carregadores adicionais, devido a calamidades naturais durante o Trekking
Gratificações ao Guia e Carregadores
Qualquer item não mencionado como incluído no programa
Nº Mínimo de Participantes: 2

Reservas Fechadas!

Pedimos desculpa! :(

Não existem datas futuras para este evento, por isso não podemos aceitar mais reservas.

Ver Outros Eventos...