Pitões das Júnias: o outro lado do Gerês

Pitões das Júnias: o outro lado do Gerês

Esgotado
11
Jul
- Trekking

Entre 11 e 14 de Julho, vamos rumar ao Gerês para explorar um dos lados mais desconhecidos e selvagens desta serra: Pitões das Júnias. A 1200 metros de altitude, é uma das aldeias mais altas de Portugal. Entre os seus principais atractivos destacam-se o Mosteiro de Santa Maria das Júnias, a Cascata de Pitões das Júnias e a famosa Ponte da Misarela ou Ponte do Diabo. 


Localização

11
Jul
-
20:00

Ponto de encontro: Hotel Casa do Preto, Pitões das Júnias.

Coordenadas GPS
Lat: N 41° 50' 29.08"
Long: W 7° 56' 52.72"

Hora de Fim
17:00 (14-Jul-2019)
A hora de fim é aproximada. Esta hora pode alterar-se, conforme as condições e os participantes.

Abrir mapa
Quinta - 11 Jul

Chegada ao Hotel

Chegada ao Hotel/Restaurante Casa do Preto, onde ficaremos hospedados 3 noites (http://www.casadopreto.com/hotel.html).
Sexta - 12 Jul

Pitões das Júnias

Percurso

O nosso percurso começa na Aldeia de Pitões das Júnias, no largo comunitário onde tem lugar as festas locais. Diz o povo local que se há noite o homem uivar os lobos respondem do cimo dos picos rochosos que guardam a aldeia. Saimos da aldeia em direção ao vale que acolhe a Barragem da Paradela. Passamos pelo Mosteiro de Sta. Maria das Júnias que tem os primeiros registos da sua existência no Sec. IX e que foi habitado por monges da ordem de São Bento e mais tarde pelos da Ordem de Cister. Prosseguimos o nosso caminho descendo até à Cascata de Pitões das Júnias e entramos em definitivo no vale que nos leva até ao Fojo do Lobo, já bem perto da Barragem da Paradela. O vale, banhado pelo Ribeiro de Pitões, é um hino à beleza natural que infindáveis bosques de carvalhos e castanheiros nos proporcionam. Chegados a ao Fojo do Lobo, armadilha humana para caçar lobos, atravessaremos o rio para o outro lado do vale e retomaremos o nosso caminho de regresso a Pitões das Júnias.

Deve Levar

Água (1,5L), chapéu, roupa/calçado apropriado e farnel.
Caneca para beber o chá (não fornecemos copos por motivos ambientais).
Dificuldade
3
Exigente
Duração
4h 30m
Distância
13Km
Desnível
700m
Miguel Vilardebó
Guia:
Miguel Vilardebó
Sábado - 13 Jul

Pelas Fragas de Pitões

Percurso

Este percurso atravessa grande parte dos picos montanhosos e bosques que se situam perto de Pitões. Sairemos da aldeia rumo às Gralheiras, situadas na fronteira com Espanha, continuando sempre por a linha divisória dos 2 países tomaremos rumo a um dos cumes situados a maior altitude no Parque Nacional, a Fonte Fria, a mais de 1450 metros de altitude com suas fantásticas vistas para o Minho, Trás-os-Montes e Galiza. De seguida, visitaremos os bosques de carvalho e algumas das cascatas escondidas entre a frondosa vegetação.

Deve Levar

Água (1,5L), chapéu, roupa/calçado apropriado e farnel.
Caneca para beber o chá (não fornecemos copos por motivos ambientais).
Dificuldade
3
Exigente
Duração
6h
Distância
18Km
Desnível
650m
Miguel Vilardebó
Guia:
Miguel Vilardebó

Jantar de grupo

Domingo - 14 Jul

Ponte da Misarela

Percurso

Também conhecida como a Ponte do Diabo, reza a lenda que a ponte da Misarela surgiu do nada quando um ladrão que fugia da população que o perseguia, vendeu a sua alma ao Diabo em troca de uma ponte que o fizesse passar o Rio que por ali corria furiosamente… O nosso percurso tem inicio na aldeia de Vila Nova, bem junto à Barragem de Salamonde. Descemos o vale em direção ao Rio Rabagão e á ponte da Misarela, construída na idade média, e rodeada por gigantescos blocos de granito e uma imponente cascata fruto de uma queda abrupta do terreno em forma de U. A imponência e a beleza natural deste recanto é tal que nos reterá por alguns momentos neste magnifico local.Continuamos o nosso percurso passado por algumas aldeias entre as quais a aldeia do Viveiro. Passaremos por bosques de Carvalhos e campos de pastoreio em direção ao vale do Rio cavado que desagua também na Barragem de Salamonde. Já perto final do percurso poderemos disfrutar de vistas magnificas sobre o Vale do Rio Cavado.

Deve Levar

Água (1,5L), chapéu, roupa/calçado apropriado e farnel.
Caneca para beber o chá (não fornecemos copos por motivos ambientais).
Dificuldade
2
Moderado
Duração
3h 30m
Distância
10Km
Miguel Vilardebó
Guia:
Miguel Vilardebó

Reservas Fechadas!

275,00
Por pessoa - quarto duplo
315,00
Por pessoa - quarto single
O Preço Inclui:
3 noites de alojamento no Hotel Casa do Preto, com pequeno-almoço;
Jantar de Sábado;
3 passeios pedestres;
Guia GT no terreno;
Chá e bolachas durante os passeios pedestres;
Seguro de acidentes pessoais;
Seguro de Responsabilidade Civil;
Licença RNAAT n.º 1414/2016 do Turismo de Portugal, reconhecida como Turismo na Natureza pelo ICNF.
O Preço Não Inclui:
Transporte até ao ponto de encontro;
Outras refeições;
Outros não especificamente descritos como incluído.
Nº Mínimo de Participantes: 6

Reservas Fechadas!

Pedimos desculpa! :(

Este evento está esgotado, por isso não podemos aceitar mais reservas.

A data de reserva deste evento foi ultrapassada, por isso não podemos aceitar mais reservas.

Ver Outros Eventos...